Review ao álbum Everything Ends dos Web

 

Mais uma review, mais uma banda, mais um álbum.

Não é verdade, trata-se de uma review que me deu bastante prazer fazer, não é uma banda qualquer são os Web e o álbum á Everything Ends.

Antes de começar a façar sobre o álbum em si, vou fazer um apanhado do percusrso da banda.

Outubro de 1986 nasce a banda Web. Numa altura em faziam par com outros grandes nomes do Metal tais como, os Tarantula.

Os Web estiveram presentes em várias compilações e com duas Demo Tape.

Sendo em 2005 lançado o álbum World Wild Web, outro álbum completo só seria lançado em 2011 com o nome Deviance.

Para mim este é o terceiro trabalho completo da formação do Porto.

Estou a ouvir o álbum pelo enéssima vez e estou a escrever esta review.

Não consigo fazer as duas coisas ao mesmo tempo, ou escvrevo ou oiço.

Este trabalho tem uma Qualidade e maturidade de nivel superior, não deixa a dever nada ao que se faz lá fora. Acordem os que acham bem gastar dezeenas de euros por uma banda estranjeira (coisa que eu também faço) e virem-se, apoiem o que se faz por cá (isso também eu faço). Temos muito e bom Metal.

Este álbum dos Web é a prova suprema disso mesmo, notas nas letras das canções, na sua poésia e embrulha-se muito bem com a melodia que nos porcorre os espirito enquanto se ouve estes ritomos, baixos, percurssão, voz.

Normalmente fala-se das musicas uma por uma e destaca-se as que caem melhor ao nosso ouvido e as que caem pior.

Neste trabalho vai ser muito dificil de fazer isso. A banda apresenta uma maturidade inegavel, feita por muitos anos de experiencia na estrada no estudio, são muiscos e não curiosos os Web não tem que fazer musica para provar o seu valor, somos nós que nos temos que dar por gratos ao ser brindados com este som.

Destaco só duas para não o fazer com todo o álbum.

As musicas que dão o nome ao trabalho Everythings Ends I e II.

A voz bem colocada e audivel na perfeição, todo o ritmo e sequencia bem distribuido com os solo tal como eu gosto, para é melodia para os meus ouvidos.

Para finalizar só posso dizer, comprem que vão muito bem servidos, vão aos eventos que não são desfraudados e façam como eu gastem o MP3 todo.

 

Paulo Teixeira

Som do Rock